quarta-feira, janeiro 23, 2013

Oportunidade para Jornalista Investigativo


Se você é jornalista, tem interesse em realizar reportagens investigativas e o veículo para o qual você trabalha não se importaria em veicular uma matéria mostrando falhas do atual governo, você tem uma ótima oportunidade esta semana.

É que o Governo do Estado da Paraíba estará empossando amanhã, no Espaço Cultural José Lins do Rêgo, em João Pessoa, mais de 5 mil novos funcionários públicos paraibanos, menos de 20 dias após as provas do concurso para a área administrativa do governo.

As opções de reportagens disponíveis são:

1. Como o governo empossa mais de três mil funcionários menos de um mês depois do concurso para a área administrativa e não empossa concursados há mais de dois anos para uma área absolutamente essencial como a Segurança Pública?

2. Como é possível cumprir todos os prazos e obedecer aos princípios da legalidade, moralidade, impessoalidade, publicidade e eficiência em um prazo tão curto (provas em 6/01 e posse em 24/01)?

3. Como estão sendo realizados os exames necessários para a admissão desses milhares de servidores? Sugiro perguntar aos novos funcionários, durante a posse: quais exames você fez para mostrar que tem plenas condições físicas de assumir esse cargo?; como foi o exame de sanidade mental?; como foi o exame admissional, realizado por médico da PBPREV?

Não tenho absolutamente nada contra os concursados - muito pelo contrário! - e louvo, sinceramente, o interesse do governo em modernizar a máquina administrativa e oferecer melhores serviços a nós, paraibanos, diminuindo, inclusive, o número de comissionados e apadrinhados, mas há de ser convir que não há como ter qualidade quando as coisas são feitas "nas coxas", apenas para cumprir um cronograma surreal estabelecido na base do "eu quero assim e pronto".

PS.: grande chance de mais uma pauta interessante amanhã, durante todo o dia, no Espaço Cultural, abordando a logística do governo para dar posse, de uma vez só, a mais de cinco mil concursados e atender dignamente aos seus novos funcionários sem ninguém seja submetido a constrangimento e humilhação para ser empossado em um cargo conquistado por merecimento próprio e não por favor de ninguém.

Nenhum comentário: